Preto & Branco

Presidente do Desportivo não cede a pressão dos sócios 

O presidente do Grupo Desportivo Maputo, Paulo Ratilal, afirmou em conferência de imprensa que não vai se demitir do cargo antes da realização da Assembleia-Geral e chama aos adeptos da Nação Alvi-negros de “arruaceiros”
O dirigente do clube “Alvi-negro”, falava um dia depois dos sócios daquela colectividade terem tomado de assalto às instalações do clube, exigindo a demissão imediata da actual direção ” Eu tenho um senso de responsabilidade muito grande de que tudo que eu me meto, eu tenho que levar até ao fim, e no mínimo se decidir por opções próprias que não vou cumprir com o mandato de quatro anos, no mínimo temos a assembleia-geral, e nessa assembleia geral eu vou apresentar as contas para ser julgado pelos sócios se fiz ou não fiz alguma coisa indevida, depois disso estar aprovado, ai sim são legítimos de querer escolher outro presidente ou querer antecipar um acto eleitoral, fora disso é uma tremenda irresponsabilidade, do qual até o dia de hoje, ainda não senti que seja sequer do universo dos sócios do Desportivo” referiu.
Ratilal, assumiu a direção “alvi-negra” a 17 de março do mês corrente.

Adicionar comentário

Leave a Reply