Preto & Branco

BI Campeões Africanos de Voleibol de Praia em apuros

Défice de fundos pode condicionar a participação dos representantes de Moçambique no campeonato mundial de vólei de praia que vai decorrer no próximo mês de Dezembro na Tailândia. A dupla masculina em sub 21 qualificou-se no certame depois de conquistar pela segunda vez consecutiva o campeonato africano, enquanto as meninas em sub 19 também ocuparam o terceiro lugar do pódio, respetivamente.

No total a Federação Moçambicana de Voleibol tem um défice de mais de 2 Milhões de Meticais para cobrir despesas como alojamento, alimentação, seguro de viagem, testes de COVID-19 e equipamentos, mas nem tudo corre mal, até porque o comitê olímpico garantiu o seu apoio financeiro “Primeiro quero agradecer ao comitê olímpico nacional pelo apoio, porém só apoio deste não basta, ainda temos défice orçamental e continuamos em busca de parceiros tantos privados como públicos”. Essas são as mínimas condições que as duplas nacionais precisam para participar neste campeonato Mundial. Afirmou Mahomed Valá.

Face a este cenário a direção da Federação Moçambicana de Voleibol, Presidida pelo Mahomed Valá está a envidar esforços para garantir a participação dos atletas no campeonato mundial de voleibol por estes serem o futuro da modalidade e precisarem de carinho sempre. Acrescentou ainda que os mesmos treinam a mais de 6 meses na praia do Costa do Sol e seria assolador a ausência dos campeões de África nos Campeonatos do Mundo.

 

O certame vai correr nos entre os dias 6/11 na categoria de sub 19 em femininos e nos dias 14/19 em Masculinos nos sub 21.

Adicionar comentário

Leave a Reply