Preto & Branco

GOVERNO DO CANADÁ INVESTE NO SECTOR AGRÍCOLA EM MOÇAMBIQUE

Cerca de 14 milhões de dólares serão investidos pelo governo do Canadá, para apoiar o desenvolvimento do sector agrícola em Moçambique , através do Projecto de Empoderamento Económico das Mulheres Rurais de Moçambique (PAEF), que será implementado pela SOCODEVI em Moçambique concretamente na zona sul do país, nas províncias de Maputo nos distritos de Marracuene e Manhiça e, de Gaza, nos distritos de Chókwè, Guijá e Manjacaze.
Está iniciativa é um projecto de (6) seis anos que vai beneficiar três mil famílias na sua maioria mulheres com objectivo de empoderamento econômico das mulheres rurais e sociais das associações da união nacional dos camponeses.
Arthur perím, gestor do projeto da SOCODEVI disse que está iniciativa proporciona oportunidades de aprendizagem em larga escala e sistematização de boas práticas que possam beneficiar as orientações estratégicas e programáticas das políticas estaduais para o setor, para que respondam de forma adequada e oportuna à realidade da pequena escala. agricultores, escala e suas empresas associativas e cooperativas.
“É preciso deixar claro que o PAEF não é um projeto de promoção da pequena agricultura: estamos falando de desenvolvimento econômico regional sustentável. Estamos também a falar de articulação de processos locais e regionais e de empreendedorismo”. Destacou a fonte
“Investir nas mulheres é investir numa sociedade inteira. Quando as mulheres têm igual facilidade de acesso aos recursos e oportunidades, quando são capacitadas e empoderadas, uma sociedade inteira é impactada positivamente. Através do PAEF, o Canadá compromete-se em apoiar os esforços do empoderamento económico das mulheres e raparigas rurais em Moçambique por forma a que estas consigam exercer o seu potencial económico e contribuir para um crescimento que funciona para todos”, Disse Caroline Delany, Alta-Comissária do Canadá em Moçambique.
Vale lembrar que esta iniciativa, enquadra-se na Política de Assistência Internacional Feminista do Canadá que envolverá membros das comunidades visadas, para lidar com assuntos relacionados aos direitos de saúde sexual e reprodutiva das mulheres (DSSR) e direitos ao acesso e uso da terra.

Adicionar comentário

Leave a Reply