Preto & Branco

RENAMO considera subida do preço de combustíveis um “insulto”

O maior partido da oposição em Moçambiqe, a RENAMO (Resistência Nacional Moçambicana), considera “um insulto” o aumento do preço dos combustíveis recentemente anunciado pelo governo moçambicano, alegando que tal medida vai agravar o custo de vida de uma população já gravemente afectada pela Covid-19.

Em conferência de imprensa, o porta-voz daquela formaçao política, José Manteigas, repudiou os incrementos, observando que os mesmos acontecem poucas semanas depois de o Governo ter determinado a subida de 5% no salário mínimo nacional.

“Este aumento veio agravar mais o penoso custo de vida que os moçambicanos suportam, diariamente, num país onde o índice de desemprego é altíssimo e assustador”, disse o porta-voz renamista, citado pela Lusa.

A consequência imediata desta decisão é a subida geral de preços, particularmente dos produtos de primeira necessidade e o transporte de passageiros, sobretudo, num cenário em que muitos moçambicanos perderam os seus empregos devido a Covid-19.

 

 

Adicionar comentário

Leave a Reply