Preto & Branco

Militares europeus preparam efectiva formação contra terrorismo em Cabo Delgado

O Conselho da União Europeia lançará formalmente missão de formação militar em Moçambique destinada a apoiar as forças locais face aos ataques armados em Cabo Delgado, que se espera totalmente operacional em Dezembro próximo, envolvendo 140 militares divididos entre dois centros de treino — um para treino de comandos e outro para fuzileiros

O Conselho da União Europeia, que reúne os 27 Estados-membros, anunciou, na última sexta-feira (15.10) em comunicado, a decisão formal de lançamento da missão, designada EUTM Moçambique, cujo objetivo é apoiar “uma resposta mais eficiente e eficaz das forças armadas moçambicanas à crise na província de Cabo Delgado, proporcionando-lhes formação e desenvolvimento de capacidades”.

A missão, que não se envolverá em operações militares, contará com cerca de 140 militares divididos entre dois centros de treino — um para treino de comandos e outro para fuzileiros — e os custos comuns para a EUTM Moçambique, a serem cobertos através do Mecanismo Europeu para a Paz, foram avaliados em 15,16 milhões de euros para um período de dois anos, o horizonte temporal previsto para as suas operações.

Adicionar comentário

Leave a Reply