Preto & Branco

Liderança familiar espreita no MDM

Se restavam dúvidas que o Movimento Democrático de Moçambique (MDM) é estruturado e sob controlo do “clã” Simango, a recente formalização da candidatura de Lutero Simango, chefe da bancada parlamentar e irmão mais velho do falecido líder deste partido, Daviz Simango, é esclarecedora.

Depois da manifestação da delegação do MDM, a nível da capital do país em apoiar a candidatura de Lutero Simango para a presidência deste partido, o próprio assumindo a intenção, via seus mandatários, formalizou na cidade da Beira, sede política deste partido, a sua candidatura.

Segundo apuramos, na cidade de Maputo os apoiantes acreditam ser este o candidato para dar continuidade aos ideais do seu falecido irmão, Daviz Simango.

“A delegação política da Cidade de Maputo deliberou, solenemente, aprovar a presente moção de apoio à candidatura do ilustre deputado, engenheiro Lutero Simango a presidente do partido MDM”, anunciou Augusto Mbazo, porta-voz do MDM na capital do país.

Segundo este interlocutor o apoio a Lutero Simango apesar de ser apresentado na cidade das Acácias, a mesma resulta de uma auscultação feita a todas as bases do partido. Os apoiantes acreditam ser este, o candidato certo, para dar continuidade aos ideais do falecido presidente do MDM, Daviz Simango.

Seguidamente, na sexta-feira transacta, Lutero Simango, líder da bancada parlamentar do MDM, submeteu na cidade da Beira a sua candidatura à presidência desta força política. “Reunimo-nos e decidimos submeter a proposta de candidatura de Lutero Simango a presidente do partido”, afirmou Rosália Macate, presidente da Liga da Mulher do MDM, na província de Sofala.

Macate falava à comunicação social, após um grupo de membros do MDM mandatários de Simango terem formalizado  a candidatura do político à presidência do terceiro maior partido moçambicano.

Esta representante partidária vincou: “Apostamos no Lutero com a convicção de que ele irá aglutinar os companheiros do partido MDM, desde a base até ao topo, por que ele é filho deste partido”.

Lutero Simango é o segundo candidato à presidência do terceiro maior partido, depois de o secretário-geral da organização, José Domingos, ter formalizado recentemente a sua candidatura. O deputado Silvério Ronguane manifestou a sua intenção de concorrer à liderança da organização, mas ainda não formalizou esse desejo.

Adicionar comentário

Leave a Reply