Preto & Branco

Tribunal Supremo atento ao julgamento do caso “dívidas ocultas”

O Tribunal Supremo (TS) espera que se faça justiça no badalado processo das dívidas ocultas, cujo julgamento inicia próxima semana, em Maputo, envolvendo nomes sonantes no país e não só.

De acordo com o vice-presidente do Tribunal Supremo, João Beirão, a expectativa do órgão é que todas as questões, que estão no processo das dívidas ocultas, sejam esclarecidas, que o julgamento ocorra da melhor maneira e que se faça justiça de acordo com a lei.

“Esta é a expectativa do Tribunal Supremo e julgo que é de todos os moçambicanos e de outros cidadãos fora do nosso país”, disse, à margem da cerimonia de inauguração do novo edifício do Tribunal Judicial do distrito de Dondo, na província de Sofala.

No entanto, ajuntou que é difícil prever, neste momento, o desfecho deste caso das dívidas ocultas, porque é um processo e contém elementos”, esclarecendo também que “naturalmente, como devem saber, o juiz julga de acordo com a lei e a sua consciência. E nós esperamos que este julgamento ocorra com maior isenção possível, como tem acontecido com outros processos”.

Adicionar comentário

Leave a Reply