Preto & Branco

Gramane mais perto de alcançar o objectivo

A pugilista internacional Moçambicana, Rady Gramane, diz que pretende conquistar uma medalha nos jogos olímpicos que decorrem na capital japonesa, Tóquio”Já cheguei aos quartos-de-final, então eu quero passar desta fase e quero voltar para casa com alguma coisa. Continuem a nos apoiar e sem muita pressão” rematou
já qualificada para os quartos-de-final nas olimpíadas, na modalidade de Boxe, depois de ter vencido, na última quarta-feira, Erika Stefania Pachito, do Equador, por (4-1), Gramane começou por revelar que durante o combate, sentiu certo nervosismo precisamente no início do desafio, mas ao longo da prova conseguiu contornar as dificuldades.
“Foi bem difícil eu estava muito nervoso, só no meio do segundo assalto é que comecei a me desmanchar e deu para suportar e aguentar até ao final. No primeiro assalto estava muito, mas muito nervosa mesmo, fiquei muito descontrolada, mas no segundo eu já comecei mesmo a desmanchar-me porque eu tinha que fazer alguma coisa para vencer o combate” disse.
Mais adianta, Gramane acabou revelando que deseja passar dos “quartos” e sem dúvidas, voltar para casa com uma medalha.
“Já cheguei aos quartos-de-final, então eu quero passar desta fase e quero voltar para casa com alguma coisa. Continuem a nos apoiar e sem muita pressão” rematou.
Rady Gramane vai enfrentar nos quartos-de-final Zenfira Magomedalieva do Comité Olímpico Russo, no sábado, 31 de Julho.
Por seu turno, Alcinda Panguane outra pugilista, moçambicana, qualificada para os quartos-de-final, entra em cena amanhã, 30 de Julho, frente a chinesa Hong Gu, uma das melhores pugilistas do mundo.
Área de anexos

Adicionar comentário

Leave a Reply