Preto & Branco

Moçambique termina na quarta posição na vigésima edição do torneio COSAFA

Depois de ter falhado o acesso à final da Taça do Conselho das Associações de Futebol da África Austral, COSAFA, a seleção nacional olímpica tinha

naturalmente, o objectivo honrar o nome de Moçambique na prova regional. Porém perdeu a possibilidade de chegar ao terceiro lugar, ao perder nos penalties, por 4-2, diante do E-Swatini.

Thauzene foi o autor do primeiro tento do encontro, quando eram jogados 39 minutos, golo que colocava os mambas a vencer por (1-0), até ao descanso.

Depois do descanso, era evidente o domínio da selecção nacional, mas exibição dos jogadores não era convertida em golo. Quando tudo indicava que a vitória era para Moçambique, concretamente aos 89′, Mkhontfo fez o golo de empate, obrigando que o desafio fosse decidido nas grandes penalidades.

Com o empate, foram as grandes penalidades, tendo começado por Moçambique que na primeira converteu com sucesso, por intermédio de Mapangane, Dlamine empatou para os Eswati, para os mambas Nagy fez o (2-1), Mkonta empatou (2-2). Malico não teve sorte na cobrança da grande penalidade, atirou a bola na parte superior da trave, até que a bola viria tocar no relvado, mas não entrou e Cassimo Alifa na quarta grande penalidade, não conseguiu enganar o guardião dos Eswati. Mkhwanzi e Mathabela fizeram o (4-2) final.

Moçambique ficou assim afastado do pódio, onde já esteve em 2007 como terceiro classificado e em 2008 e 2015 na qualidade de segundo.

Adicionar comentário

Leave a Reply