Preto & Branco

Mais de 200 moçambicanos deportados por prática de crimes na RSA

Mais 222 moçambicanos foram deportados, nas últimas duas semanas, da vizinha República da África do Sul (RSA) por cometimento de diversas infracções naquele território.

Segundo o porta-voz do SENAMI, Celestino Matsinhe, os deportados têm idades compreendidas entre os 18 e 51 anos, sendo na sua maioria do sexo masculino. Alguns são provenientes da cidade de Maputo e outros das províncias de Maputo, Gaza, Inhambane, Manica e Niassa.

A imigração clandestina, a prática dos crimes de homicídio voluntário e o porte ilegal de armas de fogo são algumas das infracções cometidas pelos cidadãos moçambicanos na chamada “Terra do Rand”.

Alguns dos deportados, conta Matsinhe, foram encaminhados às fronteiras de Ressano Garcia e Ponta D’Ouro sem a prévia comunicação às autoridades moçambicanas, o que causou embaraço nos postos de travessia e na gestão do fluxo migratório.

Adicionar comentário

Leave a Reply