Preto & Branco

Embaixador Russo garante apoio contra terrorismo em Cabo Delgado

A Rússia, através do seu embaixador em Maputo, garante apoio a Moçambique na luta contra o terrorismo que devasta Cabo Delgado passam três, adiantando que a modalidade será à escolha do Governo e aconselha discrição em matéria militar.

O Embaixador da Rússia em Moçambique, Alexandre Surikov, após reunião com o Secretário-geral da Frelimo [partido governamental] disse que o rescaldo do encontro era satisfatório e que iria fortificar as relações entre a Rússia e Moçambique.

Apuramos que no encontro entre o Secretário-geral da Frelimo, Roque Silva, e o embaixador russo em Maputo, o assunto terrorismo em Cabo Delgado e situação dos deslocados foi um dos principais tópicos da agenda, sendo de ressalvar que a Rússia, ainda nos tempos da URSS, apoiou a luta do povo moçambicano pela independência nacional.

Sobre o eventual apoio da Rússia no combate ao terrorismo na província nortenha de Cabo delgado, num questionamento feito pela imprensa à saída do retromencionado encontro, na quinta-feira última (10 de Junho), Alexandre Surikov evitou detalhes, alias, o encontro decorreu à porta fechada, mas adiantou: “Não posso dar mais detalhes sobre o apoio que a Rússia vai prestar a Moçambique, mas importa referir que o meu país sempre apoiou Moçambique, tanto no âmbito militar, assim como noutras áreas sociais e estamos disponíveis para apoiar nas condições que o Governo de Moçambique exigir”, declarou, tendo chamado atenção à imprensa e aos governos sobre a necessidade de manter as estratégias e mais detalhes militares em segredo, para não comprometer o processo [de luta contra o terrorismo em Cabo Delgado].

Ainda, no encontro entre o Secretário-geral do partido governamental e o diplomata russo, foram assuntos desastres naturais e o papel dos partidos políticos no desenvolvimento político, económico e social do país. Aliás, além de apoio militar – que remota desde aos tempos da luta pela independência nacional –  a Rússia tem apoiado a área dos desastres naturais, a exemplo dos ciclones Idai e Keneth e, mais recentemente, vem dando apoio na luta contra a pandemia da COVID-19.

Adicionar comentário

Leave a Reply