Preto & Branco

O custo bilionário do “DDR”

O processo de Desmilitarização, Desarmamento e Reintegração (DDR) que prevê contemplar 5.220 ex-guerrilheiros da Renamo tem custo bilionário, sendo que, até ao momento, um fundo criado a propósito já encaixou cerca de 1.5 bilião de meticais.

 Este valor foi avançado pelo Embaixador da União Europeia (UE) em Moçambique, António Gaspar, falando sobre o seu optimismo acerca do andamento do DDR. “Faço um balanço muito positivo, muito optimista e com bons resultados. Dos 5.220 ex-combatentes do braço armado da Renamo a desmobilizar, cerca de metade já estão abrangidos pelo DDR”, referiu.

De acordo com este diplomata, citado pela Lusa, os desmobilizados já receberam o subsídio anual e, apesar de pressões pontuais aqui e ali, estão a ser bem recebidos nas comunidades e a começar uma nova vida, vincando que “o processo tem recursos suficientes para ser bem-sucedido”.

O DDR é financiado pela comunidade internacional, através de um fundo de vários doadores, gerido pelo Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projectos (UNOPS, sigla inglesa) e dirigido pelo Secretariado da Paz, com um enviado especial do secretário-geral das Nações Unidas e um Grupo de Contacto.

segundo revelou António Gaspar, “este fundo tem actualmente cerca de 20 milhões de euros (1,5 bilião de meticais) de recursos, dos quais foi gasta uma parte, mas há um remanescente muito importante e há contribuições que estão a ser feitas”, detalhou o embaixador, adiantando que uma das próximas contribuições a chegar é da União Europeia, um dos integrantes do Grupo Contacto.

António Gaspar disse que a dissidência armada de antigos guerrilheiros da Renamo, a autoproclamada Junta Militar, é uma dificuldade, mas realçou que alguns membros de alto nível deste grupo “já entraram no processo de DDR”.

Este embaixador da União Europeia (UE) em Moçambique, acredita que o processo DDR) será concluído até final do próximo ano. “Até final de 2022, o processo de DDR estará terminado e acho que está a funcionar bem”, referiu.

Adicionar comentário

Leave a Reply