Preto & Branco

Governo financia filmes nacionais

Quatro Milhões de meticais serão disponibilizados para ficção e documentários

 O Governo, através do Instituto Nacional de Indústrias Culturais e Criativas (INIC) vai financiar a produção cinematográfica de quatro autores moçambicanos, nomeadamente Licínio Azevedo, Gabriel Mondlane, Elísio Bajone e José Augusto Nhantumbo (Zegó).

Esta manifestação governamental constitui o término de um concurso lançado em Novembro do ano passado pelo Ministério da Cultura e Turismo com vista a dar apoio e financiamento à actividade audiovisual e cinematográfica.

O júri, constituído por Djalma Lourenço, Ana Magaia, Karl de Sousa, Fátima Albuquerque e Sérgio Libilo, anunciou quatro vencedores, nomeadamente Licínio Azevedo, com o projecto Nhinguitimo; e Gabriel Mondlane, com o projecto Palma penosa, ambos na categoria de ficção.

Na categoria documentário, os projectos vencedores são intitulados Marcas do terrorismo, de Elísio Bajone; e Ungulani Ba Ka Khosa, de José Augusto Nhantumbo (Zegó).

Nesta primeira edição do concurso para apoio e financiamento à actividade audiovisual e cinematográfica, os filmes de ficção receberão, cada, 800 mil meticais para a produção. Os documentários, por sua vez, receberão 1.200.000 meticais cada.

Adicionar comentário

Leave a Reply