Preto & Branco

FMF entrega testes rápidos da COVID-19

No âmbito dos esforços conjuntos entre a Federação e a Liga Moçambicana de Futebol, o órgão máximo que tutela a modalidade procedeu na última terça-feira a entrega de testes rápidos de despiste da COVID-19 aos 14 clubes que disputam o principal Campeonato Nacional de Futebol, vulgo o “Moçambola”.
A entrega foi feita pelo presidente da FMF, Feizal Sidat, ao presidente da LMF, Ananias Couana, o principal objectivo desta entrega dos antigénio é o regresso seguro da prova máxima de futebol nacional que sofreu interrupção desde o dia 8 de Fevereiro.
Numa primeira fase a Federação Moçambicana de Futebol disponibilizou um total de 4550 testes rápidos de despiste da COVID-19.
“Estes testes serão para garantir entre 12 a 15 jornadas, sabemos que os testes precisam de alguma conservação daí que não adquirimos todos sete mil testes previstos, sabemos que vamos incluir os árbitros e algumas selecções nacionais que vão usar os mesmos testes, mas está assegurado a disponibilidade de testes para o Moçambola até ao final do campeonato”, garantiu Feizal.
Segundo o presidente da LMF garantiu que a instituição por ele presidida, tem condições para o tratamento da prova “Em relação a questão da logística ela está assegurada para um retorno pelo menos 15 dias após o anúncio estaremos em condições para o reinício do campeonato Nacional, porque embora os clubes treinem sem a data de regresso da prova e da avaliação que fizemos há duas semanas ficou acordado que 15 dias seriam necessários para preparar o reinício da prova” afirmou Ananias.
O presidente da LMF, Ananias Couana, enalteceu por sua vez o gesto da federação, o de garantir a testagem dos intervenientes até ao fim da presente edição do Moçambola.

Adicionar comentário

Leave a Reply