Preto & Branco

Sucessão de Daviz Simango “refém” do Governo

O partido Movimento Democrático de Moçambique (MDM) aguarda resposta do Governo para reunir em Conselho Nacional e marcar a data do Congresso para a eleição do sucessor do seu falecido presidente Daviz Simango.

MDM ainda está sob liderança interina, por impedimentos impostos pelas restrições da pandemia da Covid-19 para aglomerações massivas, visto o Conselho Nacional e o respectivo Congresso somente poderem se realizarem sob uma autorização excepcional do Governo.

Segundo o porta-voz do MDM, Sande Carmona, citado pela Lusa, o MDM já solicitou uma autorização por parte do Governo para reunir o conselho nacional que vai escolher a data do congresso para eleição do novo líder do partido, estando aguardando resposta do Ministério da Justiça, Assuntos Constitucionais e Religiosos.

“Nós já submetemos o pedido para a realização do nosso Conselho Nacional, uma vez que estamos neste período de calamidade face à Covid19. O nosso Conselho vai albergar mais de 150 pessoas e o novo decreto não permite, por isso é que estamos à espera do despacho”, justificou.

O conselho nacional do partido vai definir a data para a realização de um congresso para eleição de um novo presidente, em substituição de Daviz Simango, fundador do partido que morreu em Fevereiro passado vítima de doença.

 

 

 

Adicionar comentário

Leave a Reply