Preto & Branco

Deslocados saturam Pemba

A cidade de Pemba, capital da província de Cabo Delgado, constitui o principal destino dos deslocados dos vários distritos assolados pelos ataques terroristas, com destaque para os oriundos do distrito de Palma, que aos milhares chegam à cidade que já se encontra saturada pelo excesso populacional.

Segundo o representante local da organização católica Caritas. Manuel Nota, a cidade de Pemba não será capaz de lidar com a chegada de milhares de deslocados, na sequência dos últimos ataques de terroristas em Palma.

Citado pela agência Reuters,  Manuel Nota avança que há risco de aumento de casos de Covid-19 e da criminalidade, num contexto em que somente em uma dia (1 de Abril) chegou a Pemba um barco com cerca de 1.200 sobreviventes de ataques a Palma, que se juntaram a outras milhares de pessoas deslocadas da insurgência já acomodadas.

“Esta cidade foi preparada para acomodar um certo número de pessoas, mas agora temos muita gente. Por exemplo, agora no mercado tem muita gente”, que está exposta à Covid-19, disse Nota, advertindo que “por causa desse aumento do número de pessoas, a quantidade de crimes vai aumentar. Já tivemos essa situação antes, quando chegaram pessoas das ilhas (Quirimbas), fugindo de insurgentes”.

Contudo, Nota referiu que a Caritas busca apoio de parceiros para garantir o essencial aos deslocados acomodados num pavilhão desportivo, nesta fase e no futuro. “Quando o centro fechar, teremos que continuar a distribuir alimentação para essas famílias deslocadas todos os meses, para reforçar o trabalho do PMA (Programa Mundial de Alimentação),” disse Nota. “Além dos deslocados, apoiamos as famílias anfitriãs, essas famílias também precisam de ajuda”.

Adicionar comentário

Leave a Reply