Preto & Branco

Deportados 215 cidadãos Moçambicanos

Durante o período em análise (06 à 12 de Março de 2021), 215 cidadãos moçambicanos foram deportados pelas autoridades sul africanas e autoridades do Reino de Eswani através dos Postos de Travessia de Ressano Garcia, Ponta D’ouro e Namaacha, por permanência irregular e por falta de documentos de viagem. Essa informação foi partilhada ontem pelo porta-voz do serviço Nacional de migração Celestino Matsinhe

O porta-voz disse a nossa reportagem que quando a comparação for feita com o igual período do ano anterior, verifica-se um aumento de 100%, dado que neste período não houve registo de deportados.

“Em relação à semana anterior, observou-se um aumento acima de 100%, pois neste período foram deportados 42 cidadãos moçambicanos, Deste total, 209 foram deportados através do Posto de Travessia de Ressano Garcia, seguido pelos Postos de Travessia de Ponta D`Ouro e Namaacha, com 05 e 01, respectivamente”. Explicou a fonte

Matsinhe foi mais além ao pontar que  (SENAMI) informa a todos cidadãos nacionais e estrangeiros que pretendam submeter documentos de pedidos de Vistos de Fronteira, entre outras solicitações, para além de se dirigirem à Secretaria Geral para o efeito, podem fazer através dos  correios electrónicos.

“Está prática de envio dos documentos por correio electrónico, vai permitir que o cidadão poupe tempo pela deslocação até aos SENAMI, para além de evitar aglomerado e de ser uma via segura de prevenção da contaminação pela COVID-19”.Frisou

De referir, que após o requerente enviar a solicitação através dos correios electrónicos, o SENAMI acusará a recepção e dará a resposta pela mesma via.

Adicionar comentário

Leave a Reply