Preto & Branco

Empresário Salimo Abdula carrega prémio Euroknowledge

É um prémio que celebra líderes exemplares que têm uma contribuição significativa e impactante nos sectores empresariais e de desenvolvimento humano. E neste caso, o empresário moçambicano depois de ser nomeado na semana passada, esta sexta-feira realizou se virtualmente devido a regra que a Covid˗19 dita.

O empresário moçambicano Salimo Abdula foi anunciado, última sexta-feira, vencedor do prémio Euroknowledge 2020, este ano realizado virtualmente, a partir de House of Lords, em Londres, devido às restrições impostas pelas medidas de prevenção da pandemia do novo coronavírus.

O Euroknowledge Leadership Award é um dos maiores reconhecimentos anuais a individualidades que se destacam nas suas realizações. Este prémio celebra líderes exemplares que têm uma contribuição significativa e impactante nos sectores empresariais e de desenvolvimento humano, tais como saúde, educação, ambiente, liderança e responsabilidade social corporativa.

Reagindo momentos após receber a nobre premiação, Salimo Abdula declarou que “É um privilégio ser vencedor de um prémio que já teve personalidades como Bill Gates e Aliko Dangote, grandes figuras na arena empresarial mundial. E esta premiação eleva, sem dúvidas, o nome de Moçambique, a marca da CPLP e das diversas entidades a que estamos ligados, por isso, gostaria de agradecer a todos pela confiança, especialmente à comissão da Euroknowledge e à Women Leadership of Africa, que muitos apoiaram para esta participação, que felizmente culminou nesta vitória”.

Salimo Abdula é um dos empresários moçambicanos preocupados com o crescimento dos níveis de desenvolvimento humano, económico e de liderança. Tem vindo a desenvolver várias acções de responsabilidade social, como empresário, indivíduo e no comando das empresas que dirige, para além do apadrinhamento de iniciativas juvenis e não só.

Além de representar a Intelec Holdings, é actualmente Presidente do Conselho Empresarial da Comunidade de Países de Língua Portuguesa, entidade que nos últimos tempos tem tomado a dianteira para assegurar a melhoria do ambiente de negócios na comunidade.

Entre várias outras, estas foram as razões que levaram a Women Leadership of Africa a indicá-lo para o prémio, tendo sido o único a nível da região Austral de África e, também, único entre os Países de Língua Oficial Portuguesa.

A cerimónia de entrega dos prémios decorreu online, na passada sexta-feira, e contou com uma mesa-redonda que debateu sobre liderança e filantropia, na qual participaram diferentes homens de negócios de todo o mundo.

Adicionar comentário

Leave a Reply