Preto & Branco

Simão é a grande novidade na lista de 23 escolhidos

O seleccionador nacional de futebol, Luís Gonçalves, divulgou na última desta segunda-feira, 26 de Outubro, a lista dos 23 atletas que integrarão os Mambas para a dupla “Operação Camarões”, da fase de grupos de apuramento ao CAN2022.

Simão Mathe regressa, quatro anos depois…

Na lista foi facultada por Luís Gonçalves recita o nome de Simão Mathe Júnior, que regressa ao combinado nacional depois de ter sido chamado, pela última vez, a 27 de Março de 2016.

Simão Mathe regressa para cumprir a sua 40ª e 41ª internacionalizações com a camisola de Moçambique.

Aos 32 anos de idade, o internacional moçambicano representa actualmente o Vegalta Sendai do Japão, clube ao qual chegou no princípio da temporada futebolística 2019/2020. É médio-defensivo, mas, nas duas últimas épocas, tem sido alinhado no eixo da defesa.

Com uma defesa desfalcada pela ausência aguda do lesionado Mexer, Luís Gonçalves volta a chamar Francisco Bonera, o jovem central que milita no Marítimo B, de 23 anos de idade.

Edmilson também regressa ao plano nacional depois de ter falhado o estágio recentemente feito em Portugal, por culpa da maldita pandemia do novo coronavírus.

Insistência em Clésio e Reginaldo Faite para o ataque

Luís Gonçalves volta a insistir nas chamadas a Clésio Baúque e Reginaldo Faite. Os dois atletas falharam o estágio de Peniche devido ao encerramento das fronteiras internacionais por culpa dos rígidos protocolos de saúde, que obrigariam os atletas a cumprirem quarentena domiciliar de 14 dias no regresso aos países onde militam actualmente.

Azerbaijão no caso de Clésio e Cazaquistão no de Reginaldo

Refira-se que os Mambas defrontam os Camarões em desafios da terceira e quarta jornadas da fase de grupos de acesso ao Campeonato Africano de Futebol, o CAN-2022.

O primeiro encontro será disputado a 12 de Novembro em Doualá e, o segundo, a 16 de de Novembro no Estádio Nacional do Zimpeto.

Abaixo, a convocatória final anunciada por Luís Gonçalves

Guarda-redes: José Guirrugo (União Desportiva de Songo), Frenque (Ferroviário de Maputo), Victor Guambe (Costa do Sol).

Defesas: Bheu (União Desportiva de Songo), Zainadine (Marítimo), Sidique (União Desportiva de Songo); Bonera (Marítimo), Reinildo (Lille), Edmilson (Cape Town City), Simão Mate (Vegalta Sendai), Chico (TS Sporting FC).

Médios: Kambala (Baroka FC), Néné (Costa do Sol), Kamo-Kamo (Vitória FC), Telinho (União Desportiva de Songo), Domingues, Geny Catamo (Sporting), Kito (Ferroviário de Maputo).

Avançados: Clésio (Zira FK), Luís Miquissone (Simba FC), Reginaldo (FC Kaysar), Rafito (1.CFR Pforzheim), Witi (Nacional de Madeira), Amâncio (Marítimo).

Bater Camarões vale 80 mil meticais

 A Federação Moçambicana de Futebol (FMF) fixou em 80 mil meticais o prémio de vitória contra os Camarões, nos dois jogos que se avizinham, para a terceira e quarta jornadas de apuramento ao CAN2022: a 12 e 16 de Novembro.

Conforme avançou Hilário Madeira, secretário-geral interino da FMF, 80 mil meticais por atleta é o valor fixado como prémio por cada vitória sobre os Camarões.

De acordo com Hilário Madeira, este valor representa um acréscimo de 20 mil meticais ao que é actualmente praticado, sendo no entanto exclusivo para esta dupla jornada.

Em matemática de leigos, este dado indica que, em caso de duas vitórias, os Mambas deverão encaixar 160 mil meticais da FMF.

“Depois destes jogos, os prémios voltam aos 60 mil meticais por vitória, que representam o valor fixado na tabela actualmente em vigor”, esclareceu.

Em caso de empate, cada um dos 23 atletas deverá receber 30 mil meticais de prémio por jogo.

Não haverá papo de prémios em caso de derrota em cada jogo…OC

 

Adicionar comentário

Leave a Reply