Preto & Branco

Empresário Salimo Abdula visita a empresa Believer

O empresário moçambicano Salimo Abdula visitou na manhã desta quarta-feira (08) de mês em alusão na cidade de Maputo, às instalações da empresa Believer uma empresa de Consultoria e apoio ao negócio, trabalhando com os jovens com ideias de inovação, assessoria em marketng-comunicação e imagem, design gráfico, treinamento e capacitações. A visita tinha como objectivo de inteirar-se das condições de trabalho e em resposta do convite da mesma empresa.

Por seu turno, num dedo de conversa no âmbito da sua visita à Beiever, congratulou o esforço que a entidade pela iniciativa de apoio aos jovens universitário sem emprego ou mesmo dos jovens inovadores do país e frisou que a entidade é geração que vai pôr as mãos na massa “Vocês são uma geração nova que vão aprender fazendo e deve correr atrás dos vossos sonhos”, enalteceu Salimo Abdula.

Salimo Abdula visitou ao projecto Mazza uma aceleradora de startups das empresas que vão crescendo de forma rápida com base à tecnologia.

Segundo a Directora Executiva da Believer Wilsa Dias, no âmbito da criação do projecto Mazza, precisava de uma figura forte com experiência de negócio e sendo assm, achamos melhor convidar o empresário Salimo Abdula por conhecer a sua larga experiência na área de negócio.

“Procuramos a ele e aceitou. Para além da visita ele será a figura que estará atrás do projecto Mazza e por só veio cá ver se realmente nós temos as condições mínimas para poder direcionar esses jovens e orientá-los”, explicou Wilsa Dias.

Para Ludovina Seifane Directora Administrativa da Believer disse a nossa equipe de reportagem que o projecto Mazza está na fase embrionária estando a organizar espaço para receber os jovens e todos componentes necessários para receber os jovens inovadores e, dar arranque a esse projecto que vai ser num modelo em que, os candidatos vão submeter as suas ideias no site da empresa.

“Essas ideias que vão ser submetidas ao link que vamos disponibilizar que será preenchido um formulário, é preço no mínimo que precisa saber sobre seu negócio do candidato e após a submissão iremos avaliar e selecionar os melhores projectos”, explicou o funcionamento do projecto Ludovina Sefane.

Alías, o empresário nas sua considerações finais, mostrou igualmente a sua disponibilidade de apoio institucional e assim como pessoal e sublinhou que a mesma empresa deve optar pela seriedade na sua actuação e assim proporcionará um contacto profundo para com o empresário.

O uso da expressão Mazza, é um empréstimo do termo universitário em que os jovens das academias usam bastante para destacar ao bom estudante e é por isso que, apelidado como sinal de inspiração dos jovens universitáro. O projecto Mazza lida com inclusão.

 

 

Adicionar comentário

Leave a Reply