Preto & Branco

Almiro Lobo “Miró” faz post que insinua o fim da carreira aos 38 anos

O Defesa esquerdo “Miro”, campeão pelo Maxaquene em 2003, vencedor da supertaça e em 2013 campeão pela Liga Desportiva Muçulmana, vencedor da taça de Moçambique e duas Supertaças, participante do último CAN-2010 em que Moçambique fez parte, declarou na última quarta-feira dia 23 a sua retirada do futebol como jogador profissional aos 38 anos, após 7 épocas na primeira divisão angolana ao serviço dos Bravos do Maquis.

“É um dia especial para mim, ponho fim à minha carreira de jogador profissional. Com muito orgulho e gratidão a Deus e a todos os que me apoiaram”, disse Miró a “Rádio 5 de Angola” reproduzida pelo “RM Desporto”.

Nascido na cidade de Quelimane, em 1982, Almiro Edson Daniel Lobo, mais conhecido por Miró, iniciou sua carreira no clube da sua cidade natal, antes de chamar a atenção do Estrela Vermelha de Maputo, que o contratou em 2002, porém notabilizou-se em 2003 e 2004 no Maxaquene, onde no último ano pelos “tricolores” transferiu-se para a Liga Muçulmana hoje Liga Desportiva de Maputo, onde a mesma foi responsável pela venda do jogador ao Budapest Honvéd, onde conquistou uma Taça com a camisola de um dos mais tradicionais clubes de futebol da Hungria, isso em 2004, em 2006, teve passagem por Dunaújváros ainda na Hungria e no mesmo ano transferiu-se para Bidvest da África do sul tendo ficado até 2008, quando foi contratado pelo Platinum Stars, onde jogou até 2012 e conquistou a taça Telecom e a Coca-Cola. Nesta altura regressa a Moçambique pelas portas da Liga Desportiva onde ficou duas temporadas 2012 e 2013 sendo que esta última foi campeão Nacional e vencedor da Taça Moçambique e duas Supertaças, antes de se transferir para Bravos de Maquis em 2014/2020 onde conquistou a Taça de Angola, onde aos 38 anos, com 117 jogos nas pernas e 7 golos.

É o fim de uma era, e o começo de outra… Miro termina a carreira de jogador no Clube Angolano Bravos de Maquis e, assume o comando técnico do emblema angolano por uma época.

”Que a felicidade seja uma companheira assídua, assim como foi minha durante todo o período em que partilhamos o balneário como jogador, uma vez que continuaremos juntos no Bravos de Maquis, agora na posição de técnico” afirmou Miró

Lembrar que, o ex-defesa esquerdo internacional moçambicano Miro Lobo ainda conta com seis Golos com a camisola dos Mambas e 46 internacionalizações

 

Adicionar comentário

Leave a Reply