Preto & Branco

União Moçambicana de Triatlo prepara prova agendada para Novembro com 400 participantes

A União Moçambicana de Triatlo (UMT) está a organizar para 14 de Novembro próximo uma competição da modalidade com a participação de cerca de quatrocentos atletas.

Para a efectivação da prova, a União Moçambicana de Triatlo organizou no Comité Olímpico de Moçambique uma formação com objecivo de capacitar os envolvidos na realização da competição.

A Presidente da UMT, Janete Antunes, diz que a organização que dirige está em contacto com o Conselho Municipal da Cidade de Maputo e caso todas as condições estejam assegurados haverá luz verde para a prova sair do papel.

“Estamos com a perspectiva de participação quatrocentos atletas. Vamos fazer a prova com diferentes etapas de sprint, que é o atleta que faz a prova sozinho. Vamos convidar as empresas e o Triatlo Família. Estamos a trabalhar neste projecto estando em coordenação com o Conselho Municipal. Se tudo estiver organizado vamos sim organizar esta prova” disse Antunes.

A realização da prova de Novembro é para a Presidente da União Moçambicana de Triatlo uma oportunidade de revitalizar a modalidade criando uma base de dados com os atletas individuais que farão parte da competição.

“Promover a modalidade fazendo esta primeira prova e organizando outras em coordenação com as escolas. Com isso estaremos fazendo o registo dos atletas que já existem que fazem a modalidade individual sem registo na federação e assim poderemos ter uma coordenação de quantos atletas existem nessa vertente do triatlo” destacou Janete Antunes.

E porque a União Moçambicana de Triatlo não é uma ilha, e para desenvolver a modalidade é necessário encontrar parceiros, já está firmada uma parceira com a União Internacional de Triatlo para prestar apoio a UMT.

“Temos uma parceria com a União Internacional de Triatlo. Neste momento estamos a actualizar os nossos dados para pedirmos o apoio de formação e mesmo para a realização de provas e quiçá participação em competições internacionais” confidenciou Antunes.

 

Com uma direcção recentemente eleita na União Moçambicana de Triatlo, Janete Antunes que o seu elemento levará o triatlo nacional a outros patamares.

“O triatlo esteve muito tempo adormecido, mas neste momento acredito com a equipa que temos com as pessoas certas, nos lugares certos havemos de revitalizar o triatlo de forma activa. Existem atletas que praticam o triatlo de forma individual, mas com a nossa formalização da federação e actualização de dados já teremos conhecimento de quem são esses atletas e começar a fazer formação de técnicos para alocar nas escolas, clubes e crescermos com eles” concluiu Janete Antunes.

 

 

 

 

 

Adicionar comentário

Leave a Reply