Preto & Branco

Aeroportos de Moçambique reporta prejuízos de USD 22 milhões devido a Covid-19

A empresa Aeroportos de Moçambique num balanço dos primeiros seis meses de ano lectivo 2020 o indicador mostra contas “no vermelho” devido as restrições imposta pela pandemia da Covid-19 no sector da aviação civil.

Dados como prejuizos de ADM aponta para 22 milhões de dólares norte-americanos. E o ministro dos Transportes e Comunicações Jafar Abdulai avançou que o Governo já acelera para retoma gradual deste sector vital para o turismo.

o Impacto da COVID -19 é devastador, uma vez que a empresa viu todas as suas fontes de receitas profundamente afectadas, desde as taxas de sobrevoo, aterragem e outras receitas não aeronáuticas, resultantes da actividade económica que se desenvolvia nos aeroportos, reportando-se prejuízos de cerca de USD 22 milhões, como impacto directo da pandemia do COVID -19”, explicou Jafar Abdulai, ministro de transportes e comunicações falando na abertura da reunião do balanço das actividades do exercício económico de 2019.

No prisma do movimento de passageiros a empresa cumpriu a meta estabelecida  para 2019, ao registar um movimento de tráfego de cerca de 2,2 milhões de passageiros, o correspondente a 100.5%, perfazendo um crescimento de 13.7%, quando comparado com os indicadores de 2018. Em termos de manuseamento de carga, a empresa superou a meta programada, ao registar um tráfego de cerca de 16,9 mil toneladas, o correspondente a mais de 111% do planificado. Comparando com o ano de 2018, o tráfego de carga aérea no país cresceu cerca de 20%.

A Reunião de Balanço da Empresa Aeroportos de Moçambique, acontece numa altura em que a economia do País e do mundo estão a atravessar um momento critico, imposto pela pandemia do coronavírus, cuja principal característica é a redução do movimento de pessoas e bens.

Na Empresa Aeroportos de Moçambique, Contrariamente ao cenário registado nas receitas, as despesas e demais compromissos da empresa continuam inadiáveis, uma vez que esta deve manter todos os serviços operacionais para responder a retoma paulatina da economia que se projecta para os próximos tempos.

A Reunião de Balanço da empresa Aeroportos, um eventual anual, vai analisar, de entre outras matérias Relatório de contas de 2019, avaliação do orçamento, planos de actividades, plano estratégico, revisão do sistema de gestão de qualidade, segurança operacional, entre outros.

Adicionar comentário

Leave a Reply