Preto & Branco

Moza apoia campanha de recuperação dos afectados pelos conflitos em Cabo Delgado

O Moza Banco vai apoiar uma iniciativa de recuperação das pessoas afectadas pelos conflitos que vêm tendo lugar em Cabo Delgado desde o ano de 2017. A campanha consiste na oferta de kits de auto-emprego, onde o Moza Banco vai apoiar através das máquinas de costura e kits para início da actividade.

Trata-se de uma iniciativa da Câmara de Comércio Moçambique-Portugal, que visa apoiar o maior número possível das 250 mil famílias deslocadas das suas zonas de origem devido aos ataques terroristas que têm vindo a assolar a província de Cabo Delgado.

O objectivo é ajudar as famílias a recomeçarem a vida de uma forma sustentável, daí que se denomina “Recomeçar a vida criando auto-emprego para as famílias refugiadas em Cabo Delgado”. Isto será feito através da oferta de kits de trabalho para várias actividades a serem oferecidos pela Câmara e parceiros, sendo um deles o Moza Banco.

Os kits vão conter uma peça de tecido, agulhas de máquina, dedais, rolos de linha, tesoura, alfinetes, bobina, botões, fita métrica, giz, óleo de máquina, lápis de carvão, elástico (30m), régua e chaves de fenda 6mm.

“Esta, na verdade, é uma acção que reconhecemos ser minúscula, entretanto é o que podemos e acreditamos que se várias outras entidades procederem nos mesmos moldes vamos ajudar de forma bastante significativa. Como diz o nosso hino nacional, milhões de braços, uma só força”, disse o Presidente do Conselho de Administração do Moza Banco, João Figueiredo.

Além da compra das máquinas de costura, o Moza Banco vai usar os seus canais, tais como ATM e outros para sensibilizar outros entes colectivos e individuais a apoiarem a campanha para garantir o seu sucesso.

As doações serão entregues em cerimónia pública em data a anunciar e repartidas entre a Comunidade Islâmica e a Diocese de Pemba, que farão a selecção dos beneficiários, podendo abranger os refugiados em Pemba, Mueda, Montepuez e Metuge.

 

Adicionar comentário

Leave a Reply