Preto & Branco

Piscina Olímpica do Complexo de Pemba concluída só depois de existir clube na região

O Secretário do Estado do Desporto, Gilberto Mendes, considera que a piscina olímpica incluída no Complexo Desportivo da cidade de Pemba foi mais penalizada em termos de prazos para conclusão devido à falta de clubes que pratiquem a natação naquela parcela do país.
O titular da pasta do desporto do Executivo Moçambicano falava à margem de uma entrevista concedida à Rádio Moçambique onde disse que uma piscina olímpica não é criada e nem construída para massificação, mas sim para acolher competições. Por isso, só será concluída quando existirem clubes que pratiquem a modalidade na cidade de Pemba.
“Antes de fazer uma intervenção de vulto na piscina, é necessário fazer intervenção a nível estrutural no sentido de montar uma associação e ter lá clubes que pratiquem a natação para fazer a iniciação, a massificação e depois teremos a piscina olímpica para as competições” disse Mendes.
O Secretário de Estado do Desporto analisou ainda o grau de execução de outras obras do Complexo Olímpico de Pemba, nomeadamente: o campo e o pavilhão multiusos. Mendes confidenciou que o campo de futebol incluso no projecto estará pronto ainda este ano e terá relva sintética proveniente de Maputo.
“Vamos enviar a relva sintética a partir de Maputo até Cabo Delgado. Vamos ainda fazer uma outra intervenção a nível da eletrificação do campo, terminar partes do balneário que ainda não estão concluídas e resolver a questão da zona da tribuna” prosseguiu o Secretário do Estado do Desporto.

Adicionar comentário

Leave a Reply