Preto & Branco

Efeitos da pandemia trouxeram alívio momentâneo ao meio ambiente

Com o abrandamento da produção, de deslocações e do consumo provocado pelas medidas de combate a pandemia de Covid-19 o novo coronavírus trouxe boas notícias para a crise ambiental, com uma diminuição da poluição e das emissões de gases com efeito de estufa. Pese embora teme-se que, passado o momento crítico que vivemos, pouco fique destas melhorias.

Neste sentido, a travagem a fundo da actividade económica, das viagens aéreas e da vida em geral de milhões de pessoas afectadas pela pandemia do novo coronavírus SARS-CoV-2 em vários países do mundo, trouxe uma momentânea redução da poluição e da emissão de gases com efeito de estufa (GEE), nomeadamente do dióxido de carbono (CO2).

Daí surge uma questão, será que vai durar? Há sinais que indicam que não. Ambientalista ouvido pelo Preto e Branco para saber dos efeitos da pandemia no contexto ambiental, tem esperança de que algo de positivo possa ficar, mas não acredita numa mudança verdadeiramente significativa.

O ambientalista Carlos Serra aponta que a covid19 tem trazido impactos positivos ao meio ambiente pois o meio tem sentido algum alívio significativo das pegadas humanas, uma vez que, todo o mundo e em particular o nosso país a grande parte da população se encontra em casa, mas face a esta pandemia se tem verificado alguns benefícios para o clima que até então não é grande coisa. Entretanto pode se afirmar que a qualidade do ar é melhor pois já não se podem ver queimadas descontroladas e as indústrias têm diminuído o uso das máquinas que tem danificado o ar.

” Verificamos vantagens no que concerne a pressão dos santuários de natureza, dos espaços verdes e isso permite com que, a biodiversidade possa respirar um pouco, na China e na Itália se podem ver águas cristalinas e animais aproveitando a natureza isso e é incrível e em particular no nosso país também se podem ver animais se aproximando dos centros urbanos para respirar um ar diferentes, outros aspecto positivo que se vem face a covid19 é a redução da poluição das águas que permite que os animais aquáticos se aproximam de lugares que nunca tinham explorado devido a presença humana”.

Impactos negativos?

“Está pandemia tem trazido impactos ambientais negativos na economia, várias pessoas têm perdido empregos em todo mundo e se tem visto a redução de capacidade de subsistência das comunidades e é bem sabido que a pobreza não é abonatória para o ambiente ou seja quando a população começa a sofrer de alguma necessidade básica irá recorrer a natureza para tirar o Mangal assim sendo diminuído a qualidade do ar”, disse o ambientalista Carlos Serra.

Pode se afirmar que o meio ambiente é saudável?

“Não podemos dizer que o meio ambiente está saudável ainda, existem impactos causados a mais de 100 anos no ecossistema, na biodiversidade e no clima, estes foram tão profundos e tão marcantes que seriam necessários anos para se ter alguma instabilidade e será preciso que haja um compromisso político e uma mudança de paradigma económica para que se consiga sair desta crise ambiental”. Terminou o ambientalista.

De realçar que o ambientalista apontou que as relações entre os seres humanos e o respectivo meio nunca haverão sempre conflitos porque os humanos têm sempre ultrapassado os limites do equilíbrio ecológico por isso que temos sofrido impactos.

Adicionar comentário

Leave a Reply