Preto & Branco

ANAMO activa sinergias para mitigar efeitos da pandemia da Covid-19 no distrito de Mossurize

A Associação dos Naturais e Amigos de Mossurize (ANAMO) está em curso neste momento um movimento de angariação de fundos juntos de cerca de 125 membros da agremiação e seus parceiros com o objectivo de angariar fundos para mitigar os efeitos da pandemia da Covid-19 no grupo vulnerável no distrito de Mossurize província de Manica.

Segundo Luís Muchipe Presidente da Mesa da Assembleia da ANAMO, anunciou que a associação até dia 10 (quarta-feira) do mês em curso far-se-á em todas delegações a avaliação de valores angariados para determinar artigos a serem adquiridos para o efeito.

“Queremos crer que até dia 10 do mês em curso vamos saber quanto é que saiu na delegação de Maputo, Sofala, Manica e as outras províncias e pensamos mais ou menos o que nós podemos fazer com esse valor”, anunciou Luís Muchipe presidente da ANAMO.

Entretanto, a ANAMO antes da pandemia da COVID-19 já desenvolvia esforços de ajudas para o distrito de Mossurize desde do material escolar e a mesma fez o gesto humanitário nos distritos no que concerne ao HIV/SIDA uma doença que já alastra-se a bastantes anos.

O novo coronavírus afectou negativamente as empresas moçambicanas e não só, tendo deixado o desequilíbrio das empresas no mundo de difícil de recuperar e ciente deste impacto a ANAMO está usando redes sociais para a realização dos seus objectivos no circuito da agremiação já que o inimigo invisível priva da deslocação do certo ponto para outro que por sua vez quebra o ritmo da associação.

Para pós covid-19, a ANAMO está expandindo a sua área de actuação para as províncias com uma união forte para alavancar o desenvolvimento dos distritos do país e o grupo diz que não quer que as crianças fiquem desamparadas porque perdeu parentes ou os pais são desempregados e neste sentido, a agremiação tem uma meta por alcançar dentre as quais a criação de condições para as crianças de modo a ter a educação condigna para o futuro de amanha.

Associação do Naturais e Amigos de Mossurize (ANAMO) foi criada por volta da década 80, que um grupo de naturais de Mossurize, residentes na Cidade de Chimoio motivado pela necessidade de apoiar a terra que lhes viu a nascer, decidiu organizar-se em uma Associação tendo elaborado os Estatutos, registado e eleição a respectiva direcção. E na mesma altura passaram a ideia aos seus conhecidos residentes em Maputo que acolheram com satisfação a iniciativa e estes por sua vez, procuraram organizar-se enquanto esperavam dos estatutos que viriam de Chimoio. No entanto, devido varias razões quer profissionais quer políticos não foi possível a associação avançar em ambos lugares.

E o grupo de Maputo, retomou a ideia no ano 2000 tendo criado Comunidade dos Naturais e Amigos de Mossurize que seis nos mais tarde foi transformada em Associação do Naturais e Amigos de Mossurize-ANAMO, devidamente registado nas entidades legais, publicado no BR e com seus Órgãos Sociais eleitos.

Agremiação da designação ANAMO tem como seus objectivos a promoção de microprojectos de carácter social a favor dos seus membros e d comunidade; promover e incentivar actos de solidariedade entre os seus membros e a comunidade em casos de serem atingidos por infelicidades, calamidades naturais e outros tipos de intempéries; promover visitas domiciliárias aos membros enfermos; promover acções de angariação de fundos aos seus parceiros nacionais e estrangeiros para custear os estudos e cuidados sanitários das crianças órfãs de pais vitimas de HIV/SIDA; Promover educação cívica dos seus membros e da comunidade para se precaverem do HIV/SIDA e outras doenças comuns e promover a cooperação com outras associações com objectivos similares aos seus.

Para além dos objectivos desta agremiação, a mesma vem contribuindo para o desenvolvimento socioeconómico e promover a cultura e lugares históricos do Distrito de Mossurize. O grupo congrega e representa todos naturais e amigos de Mossurize espalhados pelo todo país para contribuírem com seu saber nas acções de desenvolvimentos do distrito de Mossurize localizado na província de Manica.

Um grupo sem fins lucrativos, para que fique sólido e estável a associação tem dois fundos que é constituído por receitas ordinárias e extraordinárias.

“De frisar que são fundos ordinários os fundos designadamente: a) Jóias e quotas mensais; b)receitas resultantes de realização de acções sociais com vista a angariação de fundos para manutenção da associação e portanto, fundos extraordinários têm: a) doações, b) subsídios e c) financiamentos”, fez menção Luís Muchipe Presidente da Mesa da Assembleia da ANAMO.

Até o momento grupo só conta com três delegações no país devido a incidência de número das pessoas nas zonas geográficas de Moçambique e com sua Sede na Cidade de Maputo e dentro da associação tem todas classes sociais.

Adicionar comentário

Leave a Reply