Preto & Branco

Desportivo Maputo vai requalificar terreno em Bobole onde pretendia erguer novo complexo desportivo

O Grupo Desportivo Maputo está já a pensar em requalificar o seu espaço em Bobole,no Distrito de Marracuene, onde a anterior Direcção “alvi-negra” pretendia erguer infraestruturas para o novo complexo desportivo do clube.

O espaço em Bobole foi adquirido  com fundos provenientes da venda do campo Paulino Santos Gil, comumente tratado como sendo Campo do Desportivo Maputo, isto há 12 anos, situado na baixa da capital do país.

Estado em que se encontra o antigo campo do GDM

Neste novo espaço já haviam iniciado obras, tendo a Direcção de Michel Grispos começado por colocar relva e algumas benfeitorias, que culminariam com a edificação do novo complexo desportivo “alvi-negro”.

Esta iniciativa foi abandonada pelas Direcções de Danilo Correia e Inácio Bernardo que agora pretende requalificar o espaço.

Inácio Bernardo, Presidente do Desportivo Maputo, disse que “há dias reuniu-me com o Administrador de Marracuene Shafee Sidat e apresentamos a nossa ideia de requalificarmos o nosso espaço em Bobole e a nossa ideia é vermos a perspectiva de um espaço mais próximo com maiores dimensões para podermos fazer o nosso futuro campo”.

O Presidente “alvi-negro” referiu que “o espaço ainda existe” e continua a pertencer ao Desportivo e está “numa zona que é polo desenvolvimento”, acrescentando que “agora com a perspectiva que nos foi apresentada de construir um campo conjunto com o Maxaquene vamos poder balançar todas oportunidades”.

A ideia de requalificação foi avançada à margem da visita do Secretário de Estado do Desporto, Gilberto Mendes, que reiterou a ideia de unir o Desportivo Maputo e o Maxaquene na construção de um campo de futebol conjunto.

 

 

 

 

Adicionar comentário

Leave a Reply