Preto & Branco

Profissionalização de Canto e Dança é um desafio

Tem tido lugar em 29 de abrir considerado dia Internacional da dança facto este que levou a agência de apoio, desenvolvimento e promoção da música Moçambique a organizar uma conferência a imprensa virtual cujo o objectivo visa contribuir na preservação e na divulgação da dança através de diversas manifestações artísticas e na criação de novo artistas.

Lindo Cuna música, moçambicano disse que a cultura em geral não é valorizada do grito como deveria ser, pois ainda não é considerado como profissão, só é usada como diversão facto este que ainda são vários desafios partindo da própria profissionalização dos artistas e consequentemente a sua valorização.

Lindo Cuna disse que além dos desafios registamos progressos naquilo que diz respeito à valorização da Cultura.

“Alguns artistas devido ao seu empenho já têm se notabilizado, hoje em dia já se tem a SOMAS, que já trata dos direitos do autor mas ainda falta uma indústria cultural forte para se notar algum progresso individual de entretanto e dança tem a mesma importância que qualquer profissão, acrescida ao facto de ser uma actividade recreativa e educativa” frisou o Músico

Este encontro foi repleto de artistas e músicos de diversas áreas como atores de teatros, músicos, poetas, humoristas entre outros.

Adicionar comentário

Leave a Reply