Preto & Branco

Júlio Paruque distribui mais de 1500 máscaras no mercado Boquisso no Município da Matola

O Governador da Província de Maputo Júlio Paruque efectuou no passado dia 25 de Abril fez uma visita de trabalho ao mercado do bairro de Boquisso B arredor do Município da Matola para reforçar o apelo de medida de prevenção de coronavírus. A visita está inserida no âmbito da distribuição de 3 milhões de máscaras na província de Maputo. Na senda dessa visita, o governante fazia acompanhado com o Edil do Distrito da Matola Calisto Cossa.

Paruque chegou a Boquisso por volta das 09horas onde o governante manteve a interação com os moradores do bairro e vendedores daquele pequeno mercado que por sua vez, sensibilizou a população ao cumprimento das medidas de prevenção do Covid-19 o novo coronavírus um inimigo mundial que ameaça todo tipo de raça, faixa etária e até a própria economia.

Para além de manter contacto com a população que circundava o mercado Boquisso, o governante na sua senda de distribuição de máscaras pode constatar que ainda há crianças que se fazem a rua deambulando de um lado para outro infringindo o “Estado de Emergência” e que viu a necessidade de reiterar o maior confinamento em particular as crianças que estão sempre em espaços restritos para prática de desporto e disse que, o Estado de Emergência deve ser respeitado e não é altura de feira e razão pela qual todos alunos devem ficar em casa e resolver as fichas que as escolas disponibilizam.

Aliás, na sua visita manteve igualmente o contacto com os transportadores onde questionou sobre as medidas de prevenção e que as mesmas estavam a ser acatadas com todo rigor tendo respondido os transportadores que estão sendo cumprida as regras de mitigação do grande inimigo mundial. E distribui de igual modo aos vendedores do mercado Mukatine onde ficou satisfeito por constatar que os comerciantes daquela urbe gozam de bom cumprimento das medidas de mitigação do coronavírus.

O objectivo da visita do Governador da Província de Maputo Júlio Paruque, é da distribuição das máscaras e sensibilização dos vendedores do mercado Boquisso e o mercado de Mukatine no combate ao Covid-19.

“Estamos unidos com a nossa população para com a província de Maputo não falhe neste grande desafio de prevenção de combate ao coronavírus. Hoje estamos a trabalhar aqui na Matola nossa capital provincial e estamos a andar em toda parte a reforçar apelo para que a província cumpre com as medidas de prevenção”, disse Governador Júlio Paruque.

Parauque frisou que o Coronavírus é uma realidade em Moçambique e esta doença não tem escolha e para tal, é necessário que a população moçambicana cumpre com as, medidas de prevenção do mal de coronavírus e apelou a população para que se cumpre com o Estado de Emergência com muita intensidade.

A multiplicidade das medidas de prevenção do covid-19 Júlio Paruque anunciou que as 3 milhões de máscaras que o executivo pretende distribuir, incidem das acções internas da província onde ele acrescentou sobre a origem desse equipamento de protecção “nós mobilizamos os alfaiates, modistas, aos reformados, aos jovens a empreender, a produzir máscaras “, anunciou.

O Governador acrescentou que o sector da saúde, a produção de máscaras caseiras deve ser de qualidade, confortáveis para que a pessoa possa ficar com a máscara durante muito tempo.

Por sua vez, o governante quanto a receptividade das medidas de prevenção do covid-19 na província de Maputo, o Governador da Província de Maputo Júlio Paruque faz uma avaliação positiva e sublinhou que é preciso limar alguns aspectos porque o Estado de Emergência não é para contemplações, mas sim, é para cumprir e deu saber que o uso da máscara de pano é uma adaptação pois não faz parte do hábito dos moçambicanos.

Reabilitação da Estrada de Boquisso-Vundiça

A estrada de Boquisso-Vundiça ganhou um banho de reabilitação nos meados do mês de Março em que o país ficou tocado pelo surto de Covid-19 o novo coronavírus depois do Ministro das Obras Públicas ter anunciado a construção daquela infra-estrutura que alberga pessoas de vários destinos arredor da Matola, Marracuene e Muamba.

A estrada está sendo reabilitada pelas duas empreitadas diferente que repartem os quilómetros em igual número de extensão que é de 12 quilómetros por cada empreitada. A primeira empreitada aplicou as suas forças nos meados do mês de Março que equacionou as suas técnicas mais de 9 quilómetros de actuação e que até final de semana estavam preste a concluir os seus 12km de acção e a segunda começou na semana finda as suas actividade, também com a função de reabilitar 12km de extensão a partir do Posto Policia de Boquisso onde inicia a sua extensão até o limite de Município da Matola.

Sobre o equacionamento das duas empreitadas para a reabilitação da estrada de Boquisso-Vundiça que já está recebendo nova roupagem face a pandemia avançou que a medida visa a aceleração da conclusão da estrada e que já a pandemia influencia em varias actividades, não quer ver as obras interrompidas e essa ideia urge pela essa necessidade de potenciar a reabilitação porque a estrada apresenta características não agradável. Quanto a tipologia da estrada não avançou se será de asfaltagem ou de pavimento.

No que tange ao seu término, Paruque não avançou quando poderá terminar por achar que com Estado de Emergência em vigor os números de infectados no país tende a crescer e isso preocupa bastante o seu executivo e que não se sabe assim que está preste a terminar o Estado de Emergência no dia 30 de Abril, qual será a decisão do governo face a esta situação.

Os bairros Boquisso e Mukatine para quem não conhece são daqueles bairros em que o seu estilo de vida é humilde, mas o que diz respeito aos meios de transportes é um cenário que até então deixa a desejar. O meio de transporte nesses bairros são os famosos “My Love” que por sua vez, contribui para o desenvolvimento das actividades dos residentes daquelas urbes da zona Norte da Matola.

 

Adicionar comentário

Leave a Reply