Preto & Branco

FMF vai receber 500 mil dólares por antecipação da FIFA para mitigar impacto da Covid-19

O órgão máximo do futebol nacional, Federação Moçambicana de Futebol (FMF), será um dos 211 membros da FIFA que vai receber 500 mil dólares americanos (cerca de 32 milhões e 500 mil Meticais) de um total de 150 milhões de dólares que o órgão reitor do futebol mundial vai libertar, por antecipação, como a primeira etapa de um plano de assistência para ajudar a comunidade da modalidade afectadas pela pandemia da COVID-19.

“A pandemia causou desafios sem precedentes para toda a comunidade do futebol e, como órgão mundial, é dever da FIFA estar lá e apoiar aqueles que enfrentam necessidades agudas”, disse o presidente da FIFA, Gianni Infantino.

O valor a ser desembolsado faz parte do plano de desenvolvimento do futebol da FIFA e dizem respeito a 2019, bem como ao adiantamento de 2020, e contemplam também  custos de operação. Como parte da medida, todos os direitos remanescentes das associações membros a custos operacionais no âmbito do Programa Forward 2.0 serão liberados integralmente.

É de referir que a FIFA decidiu, em particular, a liberação da segunda parcela dos custos operacionais para 2020, originalmente prevista com vencimento em Julho, sendo que o valor será pago imediatamente.

Em circunstâncias normais, as associações membros da FIFA receberiam apenas o valor total da contribuição mediante o cumprimento de critérios específicos, ou seja a justificação das verbas recebidas no início do ano. Em vez disso, a FIFA irá transferir esse valor como um suporte activo para ajudar a proteger o futebol em todas as associações-membro.

Concretamente, isso significa que a FIFA desembolsará o montante de 500 mil dólares americanos para cada associação membro nos próximos dias, bem como quaisquer direitos remanescentes para 2019 e 2020.

Essa assistência financeira imediata deve ser usada para mitigar o impacto financeiro da pandemia da Covid-19 no futebol nas associações-membro, ou seja, para cumprir as obrigações financeiras ou operacionais que eles possam ter com os funcionários e terceiros.

A FIFA faz saber que as obrigações e responsabilidades padrão em relação ao uso desses fundos, conforme descritas nos Regulamentos do programa Foward 2.0, permanecem totalmente aplicáveis e estarão sujeitas ao processo padrão de auditoria e relatório.

 

————————

 

Se estiver interessado em passar receber o pdf do Jornal O Povo liga para 84 578 4731 envie e-mail para Alexandre.mabasso@jornalopovo.co.mz ou jornalopovo1@gmail.com

Também pode optar por pedir a edição do seu interesse através de uma mensagem via whatsApp (84 578 4731) enviando primeiro, por mpesa, para este numero, 50 meticais.

 

 

 

 

 

Adicionar comentário

Leave a Reply