Preto & Branco

EM Moçambique:  Há 131 treinadores qualificados para Moçambola

Segundo OC-Olho clínico, O País dispõe, afinal, de 131 treinadores de futebol com os níveis exigidos pela Federação Moçambicana de Futebol para ocuparem banco técnico das equipas do Moçambola. Destes, pouco mais de meia-centena está qualificada para a posição de treinador principal.

Na verdade o nosso País conta, actualmente, com um universo de 686 treinadores nacionais de futebol devidamente formados, conforme apurou OC-Olho Clínico junto do departamento técnico da Federação Moçambicana de Futebol.

Destes técnicos, apenas 131 estão qualificados para orientar equipas do Campeonato Nacional da Primeira Divisão, o Moçambola, sendo 52 para treinadores principais por terem concluído o Nível A da formação de treinadores de futebol orientada pela Confederação Africana de Futebol (CAF).

Os restantes, 79, podem ocupar o cargo de treinadores adjuntos, visto que concluíram com sucesso o Nível B da CAF. Estes (79) estão igualmente habilitados a ocupar o posto de treinadores principais das equipas que militam nos Campeonatos Provinciais e/ou a Fase de Apuramento ao Moçambola.

Para além dos 131 treinadores qualificados para o Moçambola, há também um universo de 320 técnicos nacionais com o Nível C da CAF, exigido para o cargo de treinador adjunto no Campeonato Provincial e/ou na fase de apuramento ao Moçambola, para comandar equipas de juvenis e juniores, bem como para orientar colectividades da divisão nacional do futebol feminino.

Ainda de acordo com os dados colhidos pelo OC-Olho Clínico, o País dispõe também de 235 treinadores formados em vários cursos ministrados pela Federação Internacional de Futebol (FIFA), estando os mesmos habilitados para a formação no futebol masculino e comando de outras modalidades como futebol feminino, futebol de praia e futsal.

 

Adicionar comentário

Leave a Reply