Preto & Branco

Impacto da covid-19: hexacampeã africana de vela procura manter os índices físicos em casa

A pandemia da Covid-19 deixou o desporto em alerta. Já não há volta a dar. É caso para dizer que se “o desporto dá saúde, o coronavírus dá prejuízos”. O impacto a nível nacional ganhou proporções alarmantes.

Devido a pandemia que está assolar os quatro cantos do mundo, principalmente o desporto, hexacampeã africana, Deise Nhaquile viu-se obrigada a interromper os treinos no mar e no ginásio. Mas a atleta tem continuado com os treinos em casa nas condições que dispõe.

lembrar que, em outubro de 2019, Deise Nhaquile, tornava-se a primeira atleta moçambicana a garantir o bilhete para os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 na modalidade de vela ao conquistar o campeonato africano na classe Laser Radial, competição organizada em Argel, capital da Argélia.

A velejadora frequenta o segundo ano do curso de Ciências do Desporto na Universidade Eduardo Mondlane.

 


Se estiver interessado em passar receber o pdf do Jornal O Povo liga para 84 578 4731 envie e-mail para Alexandre.mabasso@jornalopovo.co.mz ou jornalopovo1@gmail.com

Também pode optar por pedir a edição do seu interesse através de uma mensagem via whatsApp (84 578 4731) enviando primeiro, por mpesa, para este numero, 50 meticais.

Adicionar comentário

Leave a Reply