Preto & Branco

Sobre os Números do “Pior Cenário”

O governo anunciou ontem (20 de Abril) que, no pior cenário, a pandemia da Covid-19 irá infectar cerca de vinte milhões de moçambicanos. Ora, este número é aterrador se tivermos em conta que, de acordo com as projecções do último Censo Geral de 2017 a população em 2020 ronda cerca de 29 milhões de habitantes. Assim sendo, a Covid-19 irá atingir cerca de dois terços da população total!

Para além de ser uma informação alarmista em pleno Estado de Emergência e que semeia medo e desespero em todos os quadrantes, parecem números bastante empolados. Não sei qual é a base de tais estimativas, mas um facto é claro: algo não deve estar bem com os que fazem tais projecções. A primeira gafe foi em relação ao orçamento anunciado pelo ministro da Saúde Armindo Tiago que estimou em cerca de 700 milhões de dólares o valor necessário para fazer face à pandemia no país. Uma semana depois a Comissão da União Africana lançava um apelo de ajuda internacional para fazer face à esta calamidade em África. A União Africana, estimou o seu orçamento em cerca de 400 milhões de dólares para uma resposta à escala continental! Ridículo!

O nosso governo deve demonstrar seriedade e não sujeitar-nos ao embaraço colectivo no plano internacional. Não podemos permanentemente estar nos holofotes do mundo pelos piores motivos causados por erros e omissões da acção governativa. Pelo acima exposto, parece-me que há gente bem instalada que pretende tirar proveito da calamidade da Covid-19; há uma máfia que está instalada nas posições cimeiras do Estado e com capacidade de influenciar a agendada governativa que vê na Covid-19 uma oportunidade de enriquecimento. Ao empolar-se astronomicamente os números e semear o pânico na sociedade, instrumentaliza-se o desespero, estupidifica-se colectivamente todo um povo com fins inconfessos, embora visíveis a olho nu!

Recentemente a mesma unidade beneficiou-se de dois túneis de desinfeção doados pelo hospital privado de Maputo, este equipamento visa desinfetar por completo todos utentes, desde os sapatos, vestuário até as mãos.

————–

Se estiver interessado em passar receber o pdf do Jornal O Povo liga para 84 578 4731 envie e-mail para Alexandre.mabasso@jornalopovo.co.mz ou jornalopovo1@gmail.com

Também pode optar por pedir a edição do seu interesse através de uma mensagem via whatsApp (84 578 4731) enviando primeiro, por mpesa, para este numero, 50 meticais.

Adicionar comentário

Leave a Reply