Preto & Branco

Mulotana e Zilinga: Se queixam da falta de água potável e energia

Em Boane, os moradores de Mulotana e Zilinga vivem em condições deploráveis. Trata-se de dois bairros novos a sul de Mahlapsene, concorridos no âmbito de expansão para a construção, onde moradores se queixam da falta de água potável e energia, devendo percorrer distâncias descomunais. Há muita dúvida em relação a higiene dos tanques e bidões que os transportadores têm utilizado.

 

Todos os dias, pessoas de ambos sexos e de várias idades fazem esta ida e volta carregando bidões de água na cabeça, onde tem havido um apoio assinalável de transporte de atraçao animal na entrega ao domicílio, embora fraco devido à demanda.

 

Estes percorrem mais de 8 km para ter acesso à água potável, aliás, para adquirir um bidão de vinte litros por três meticais, para evitar os 10 meticais que são cobrados na entrega ao domicílio. Este processo torna a vida deles cada vez mais complicada.

 

Devido à dificuldade de acesso e aquisição do precioso líquido, este drama tem concorrido para baixar o nível de higiene para alguns pais que têm fornecido, apenas, um banho aos seus dependentes.

Adicionar comentário

Leave a Reply