Preto & Branco

CNV dissemina mediadas de prevenção do covid 19 no mercado do xipamanine

Com o lançamento da campanha de implementação do plano Nacional de voluntários, na semana passada, para combater á propagação do Coronavirus no país, o Conselho Nacional de Voluntários escalou na manhã desta terça-feira (07) o mercado de Xipamanine na cidade de Maputo com o objetivo de sensibilizar os vendedores daquele mercado na prevenção Covid 19 que tem tirado sono no seio das famílias moçambicanas e do mundo todo.

Anatercia Manjante do MISAU disse que está ação que está a acontecer hoje é muita benéfica pois precisamos dar a conhecer até nas comunidades escondidas a importância da prevenção desta pandemia que tem tirado sono ao mundo todo. Nos sendo o ministério da saúde temos trabalhado com a secretaria do estado com objetivo de procurar expandir mensagens chaves de modo a atualizar de tudo que tem acontecido, até hoje temos já preparado matérias educativas, cartazes entre outros e aqui lembrar que nesta fase temos feito palestras e formações com os voluntários.

Roy Tembe disse o governo está em emergência facto este que temos trabalhado com o CNV que visa sensibilizar os moçambicanos e os jovens para que os mesmos possam pôr em prática as medidas de prevenção desta pandemia. ” Hoje estamos aqui para mais uma ação neste mercado que pretendemos sensibilizar a todos os vendedores para possam tomar cuidados perante esta pandemia.

Por outro lado as vendedeiras daquele mercado sentem -se indignadas com os preços que se tem visto dia a dia e os mesmos dizem que o governo nada faz.

” As coisas estão muito caras e o governo nada faz para ajudar o povo e a nós que vamos GUEVAR desde as 6h não vendo nada como vou comer acredito que morremos de fome além do covid 19 dizem que temos que ficar em casa como irei ficar em casa sem nada para comer? Estas são uma das demais questões que as vendedeiras aquele mercado vem deparado no seu dia-a-dia.

De realçar que o 7 de Abril é comemorado a nível Nacional o dia da mulher moçambicana data está que surge em 1971 em homenagem a Josina Machel, heroína pelo seu papel activo na luta pela emancipação da mulher.

Adicionar comentário

Leave a Reply