Preto & Branco

Covid 19: Sessenta e três suspeitos após contacto com infectado de Cabo Delgado

Ainda não foram testados os 63 cidadãos identificados como tendo tido contacto com o cidadão, que trabalha nos projectos da Total, em Cabo Delgado, que fora testado positivamente. na passada quarta-feira, com o novo coronavírus. A informação foi avançada este domingo pelo Director-Geral-Adjunto do Instituto Nacional de Saúde (INS), Eduardo Samo Gudo, durante a conferência de imprensa de actualização dos casos de Covid-19, no território nacional.

“Neste momento, foram identificados um cumulativo de 63 contactos relacionados ao funcionário da Total que foi confirmado coronavírus, na semana finda, na província de Cabo Delgado, totalizando, no global, 193 contactos que estão sob vigilância em todo o país. Dos 63, já foram colhidas amostras de 15 pessoas”, afirmou a fonte.

Segundo Samo Gudo, as autoridades da saúde estão, neste momento, a trabalhar no sentido de que, até à próxima quarta-feira, consigam terminar de recolher as amostras de todos os contactos, de modo que possam passar para a fase de testagem, que será feita no INS, em Maputo.

Entretanto, Samo Gudo sublinhou que o mais importante é a identificação dos contactos e o cumprimento da quarentena por parte destes, de modo que não transmitam o vírus para os seus próximos, caso estejam infectados.

Moçambique continua com nove casos activos do novo coronavírus, depois de, no sábado, as autoridades da saúde terem anunciado a cura de um dos casos confirmados. Refira-se que, nas últimas 24 horas, o INS testou 22 casos suspeitos, tendo subido para 363 o número total de testados. Sublinhe-se que estes dados não incluem os casos testados nos laboratórios privados, que já reportaram quatro casos, dos 10 já confirmados no território nacional. (Carta Moz)

Adicionar comentário

Leave a Reply