Preto & Branco

LMF e clubes estudam novas formas para fazer face ao Moçambola 2020

Os 14 clubes que este ano vão disputar o principal Campeonato Nacional de Futebol discutem “virtualmente”  o modelo a adoptar no Moçambola 2020 a ser implementado após pandemia da Covid-19 se ter dissipado e estão em cima da mesa, duas propostas de realização da prova.

A Liga Moçambicana de Futebol (LMF) já enviou por e-mail as propostas que estão em análise e segundo Ananias Couana, Presidente da LMF, depois de adiada a reunião que inicialmente estava prevista para ter lugar a 31 de Março o organismo responsável pelo Moçambola decidiu enviar toda a documentação para que cada clube possa fazer a devida análise.

Em cima da mesa estão duas propostas, a primeira que dá conta da possibilidade de realização do Moçambola 2020 em uma única volta, seguindo-se “play-offs” entre os primeiros oitos classificadas até se apurar o campeão e os restantes seis últimos classificados disputariam outros “play-offs” até se encontrarem os três clubes que desceriam de divisão.

A outra proposta em análise prevê a realização do Moçambola 2020 em uma volta e os primeiros quatro classificados disputariam uma fase final em duas voltas para se apurar o campeão nacional e os últimos quatro classificados também disputariam uma fase final em duas voltas para se encontre as três equipas que desceriam de divisão.

A partir de 31 de Março os clubes têm 15 dias para enviar os seus pareceres e voltariam a reunir-se em Assembleia Geral para chancelar o modelo de disputa do Moçambola 2020.

Referir que qualquer decisão estará sujeita a decisão governamental em relação à retoma da actividade desportiva, ora suspensa por conta do novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, que já infectou oito pessoas em Moçambique, segundo dados do Ministério de Saúde.

Adicionar comentário

Leave a Reply