Preto & Branco

Vendedores informais em pé de guerra com as autoridades municipais da cidade de Maputo

Vendedores informais nos passeios da cidade de Maputo, agitaram a capital na manhã desta sexta-feira(13), e reuniram condições para uma possível greve contra a postura municipal que dita que os mesmos devem sair daquele local para se juntarem aos vendedores que já estão nos mercados.

Com recurso a pedras, contentores de lixo, bancas e até pneus, estavam criadas as condições para uma greve de grande proporção na Av. Guerra popular próximo à paragem Vitória, o que não chegou a acontecer pela pronta intervenção da Polícia da República de Moçambique (PRM) no local, que para acalmar os ânimos, chegou a usar gás lacrimogéneo e efectuar algumas detenções.

Os manifestantes contestavam o facto de o município da Cidade de Maputo ter decretado o dia de hoje como a data em que os mesmos deverem abandonar o local para nunca mais voltar, uma medida que não foi bem recebida por defenderem que aquela é a sua única fonte de renda para o sustento das suas  famílias.

Por consequência desta situação, as Avenidas Guerra popular, Filipe Samuel Magaia e Alberto Lithuli estiveram congestionadas  nas primeiras horas da manhã de hoje, entretanto, importa referir que  até este momento não há registro de feridos por consequência do ocorido.

Adicionar comentário

Leave a Reply