Preto & Branco

Mulher e trabalho doméstico em debate

No âmbito da comemoração do mês da mulher que decorre de 02 de março a 7 abrir, o Fórum Mulher realizou uma Mesa Redonda composta por mais de 100 mulheres cujo lema era a mulher, trabalho doméstico e cuidados do reconhecimento e valorização do trabalho. Neste mesmo fórum foram publicados os resultados das pesquisas de quantos trabalhadores domésticos existem em Moçambique.

Rute Castelo, pesquisadora, disse que segundo o censo de 2019 em Moçambique existem mais de 500mil trabalhadores domésticos e a metade são homens.

 Podemos verificar que existem certos abusos feitos aos trabalhadores domésticos, numa primeira fase eles têm tido um baixo salário, longas jornadas de trabalho acima das 9h, a falta de saúde ocupacional no trabalho, um elevado índice de descriminação entre outros.

Esses são os grandes desafios que os trabalhadores domésticos tem enfrentado dia após dia”. Apontou a pesquisadora

A presidente da associação das mulheres domésticas Ana Marcelo frisa que os trabalhadores domésticos tem sempre hora de entrar no trabalho mais nunca de sair isto é, trabalhamos das 6h até as 21h e caso reclame você é expulso. É desta forma que apelamos ao governo que inclua as nossas dificuldades na lei mãe só assim este trabalho de falta de respeito e consideração irá acabar.

“Os trabalhadores domésticos não tem uma assistência médica e medicamentosa, se estamos doentes ou mesmo aspirar assim como tossir no sector de trabalho o patronato fica a saber somos sujeitos a expulsão porque você está doente” terminou a presidente.

Adicionar comentário

Leave a Reply