Preto & Branco

Jornalistas da União Europeia visitam escórias do IDAI

No âmbito da celebração do primeiro aniversário do ciclone IDAI em Sofala, jornalistas da EU europeia visitaram de 24 á 29 fevereiro actividades que tem sido levadas a cabo pelo colosso europeu para aliviar o sofrimento das comunidades.

Arnaud Szanto, representante da agência GOPA que organizou este processo que compreendeu com concurso e apuramento de jornalistas da zona euro para fazer parte desta missão na companhia da delegação da EU baseada em Nairob disse que anualmente a organização tem dado oportunidade a jornalistas da região para participar neste tipo de caravanas como forma de trocar experiencias com beneficiários da ajuda e, desta vez escolhemos Moçambique.

Escolhemos Moçambique por ter sofrido dois ciclones em curto espaço de tempo, IDAI e Kenneth, portanto queríamos presenciar o que a organização fez ou tem feito para recuperar psicologicamente e capacitar em matéria de resiliência às pessoas que perderam quase tudo, pelo que estamos aqui na Beira tanto queríamos visitar Cabo Delgado, mas por questões de segurança não fomos permitidos.

Tivemos a oportunidade de conversar com beneficiários, algumas organizações humanitárias que falaram dos desafios e experiencias por outro lado falamos com imprensa local sobre a liberdade de expressão e desempenho da actividade jornalística em Moçambique.

Foi uma boa experiencia que aqui tivemos e esperamos divulgar tudo que foi abordado em diferentes locais que visitamos como forma de justificar aos que tem apoiado e ficara bem claro que as vítimas ainda precisam de mais ajuda.

Adicionar comentário

Leave a Reply